DICAS

Como escolher a melhor câmera?

Quantidade não é sinônimo de qualidade. Portanto, esqueça os “MEGApixels” se você não precisar produzir grandes ampliações em papel fotográfico. 10Mp já é o suficiente para fazer uma excelente ampliação em papel 30cm x 40cm, com 300dpi (alta definição).
A melhor câmera é aquela que se adapta ao seu perfil.

COMPACTA
Indicada para uso em eventos familiares, viagens e registros eventuais.
Na maioria dos modelos os recursos são automatizados e muito fáceis de manusear. Porém, são extremamente limitadas, principalmente quanto ao flash embutido, que possui curto alcance, além de não possuir sapata para acoplar um flash externo.
Preço: de R$ 300,00 a R$ 700,00

      

COMPACTA AVANÇADA
Adequada para os amantes da fotografia artística, de paisagens, de natureza e registros de eventos (neste caso, acoplando um flash externo).
Possui uma ótica de qualidade bem razoável, com zoom muito versátil, de objetiva fixa, não dispondo de conexão para objetivas extras. Possibilita o controle manual e, algumas, possuem sapata para a conexão de flash externo.
Preço: de R$ 700,00 a R$ 1.500,00

PROFISSIONAIS (SLR, DSRL e HDSLR)*
Indicadas para estudantes de fotografia e profissionais de fotojornalismo, publicidade, grandes eventos, editoral, moda, book, autoral e outras modalidades.
Possui recurso de controle manual e automático; possibilita a conexão de objetivas com óticas avançadas; tem capacidade para acoplar acessórios, como filtros, flashes portáteis comuns ou com sincronismo remoto (sem fio). Gera imagem formato RAW**, padrão profissional.
Preço: de R$ 1.500,00 a R$ 30.000,00 (não inclui preço da objetiva)

*SLR (Single Reflex Lens) ou *DSLR (Digital Single Reflex Lens) são câmeras fotográficas profissionais que utilizam a visualização direta através da ocular. Este recurso é constituído por um sistema ótico (pentaprisma), formado por espelhos, que reflete a imagem capturada através da lente, antes de ser registrada no sensor de captura da imagem.

As câmeras *HDSLR são equipamentos híbridos que tanto capturam fotos, quanto vídeo em alta resolução. Atualmente, este sistema está revolucionando a fotografia e o cinema, implementando recursos profissionais de alta qualidade nas produções de filmes documentários, publicitários, seriados de TV e de entretenimento.

As câmeras HDSLRs comportam uma gama de acessórios para produção de vídeos profissionais de alta qualidade. O resultado são imagens em alta definição, com qualidade de cores calibradas, igual ou superior a de uma câmera de vídeo profissional convencional.

A transposição dos recursos herdados da fotografia tradicional, como lentes, filtros, resolução e outras ferramentas, acrescentam a esta categoria a qualidade requisitada nas produções de cinema, vídeo e fotografia.
Saiba mais sobre as novidades tecnológicas da fotografia…

**O que é um arquivo RAW

É o arquivo de imagem digital (bruta), não processada, equivalente ao filme fotográfico. Ele preserva as características da imagem original, ou seja, impossibilita manipulações. A imagem RAW possue uma grande latitude (extensão) de cor e de definição de imagem, permitindo edições extremas, sem significativas perdas na qualidade. O arquivo RAW pode ser convertido em 16 bits, ao contrário do JPEG que só permite 8 bits (256tons) por canal. Na realidade, as câmeras profissionais capturam apenas 14 bits(16.384 cores). Este formato possibilita transições tonais mais suaves na imagem, especialmente nas áreas de sombras.


Foto original, sem edição (simulação de uma imagem em Raw).


Foto editada a partir do original, em JPEG (com compressão).

RAW (do inglês: imagem CRUA) é o nome genérico dos diferentes formatos não processados. Este tipo de arquivo só está disponível em câmeras profissionais ou semiprofissionais (prosumer). Cada fabricante e cada nova câmera tem o seu próprio arquivo “RAW”: .CRW e .CR2, Canon; .NEF, Nikon; .ORF,Olympus; .x3f, Sigma; .RAF, Fuji; .KDC e .DCR, Kodak; .ERF, Epson; .ARW e .SRF,Sony; .DNG, Adobe; .RAW,Panasonic.

Vantagem: permite extrair o máximo da qualidade da imagem fotografada, resgatando detalhes da imagem principalmente nas áreas de alta e baixa luminosidade.

Desvantagens: gera um arquivo maior que o JPEG e necessita de um programa apropriado para o processamento deste formato.

2 Respostas to “DICAS”

  1. Vladmir, poderia indicar modelos de máquinas fotográficas de custo mediano/baixo que gerem imagens RAW de qualidade aceotável (dentro do profissional)?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: